domingo, 25 de junho de 2017

Amanhã tem aulão inaugural de artesanato com a técnica de Decoupage com a Drinha Artes


Inscreva-se grátis, ainda dá tempo! Aula de artesanato é excelente para desestressar, ampliar a criatividade e até aprender algo para presentear ou aumentar a renda.



Viva São João!


Blogagem coletiva da Rede Juntos Vamos Mais Longe, da Biblio Ideias, aproveitando o ritmo junino, com festas, eventos e encontros e espalhando conteúdo de valor, ajudando as pessoas a resolverem questões como Como criar uma festa junina na rua, com DATA COOP


Como investir na boa forma e saúde nas festas juninas com Kenia Torma trabalhando o #movasecomkeniatorma #eumemovocomkeniatorma, lançando o Pinterest dela com pasta exclusiva com o tema, brincadeiras, atividades para as festas de São João.

Como investir no visual para arrasar nas festas juninas com referências no blog da Maira Coutinho Lá tem penteados, maquiagens e looks juninos.


Como decorar a casa para fazer uma festa junina com Modular Arquitetura e Planejados

Dicas de como resistir às tentações e aproveitar a festa junina sem enfiar o pé na jaca com Nathalia Sardaux 


Dicas de papelaria criativa para festa junina com Surpresa em Papel

E assim vamos mostrando cada talento da nossa rede de empreendedores criativos e criando conteúdo que as pessoas estão buscando na internet. Diferentemente do Facebook, Instagram, Pinterest, fica fácil recuperar os posts por palavra-chave no blog e quanto mais você publica sobre assuntos correlatos à sua área de atuação e ajuda as pessoas a resolverem problemas, neste caso, como criar convite para festa junina, como decorar uma festa junina, como não sair da dieta na festa junina, como ficar bonita na festa junina...ou seja, quanto mais você aparecer nas pesquisas sobre temas relacionados ao que você faz, mais as pessoas vão te conhecer e te respeitar e aí sim, abrirem-se para receber uma oferta comercial.

Inbound marketing é isso...criar conteúdo, estimular que sigam sua marca, compartilhem suas ideias, seus posts. Você pode começar com curadoria de assunto, separando referências e comentando até conseguir se organizar para criar seus próprios tutoriais, suas próprias fotos. Mas comece já a gerar conteúdo pensando no que as pessoas estão buscando na internet! E faça transmídia, avise nas outras mídias que tem post novo no blog e acompanhe os resultados! Sucesso!

A gente cuida do seu blog, venha para Biblio Ideias!



sexta-feira, 16 de junho de 2017

Da tela para seus insights: Alice através do Espelho

Novamente Miguel me apresentou um filme que me deixou assim de queixo caído e que me fez criar muitas pontes com minhas clientes empreendedoras e alunas do curso de Criatividade para conteúdo na internet.

Eu tenho um carinho enorme por Alice, foi o primeiro livro grosso, de capa dura, que eu li, ainda com 9 anos, quando minha saudosa mãe me presenteou com um exemplar do Círculo do Livro (espero comprar novamente em sebo e quero reler e também quero ler o original).

Tim Burton realmente encantou com o Alice no País das Maravilhas ao mostrar uma Alice rebelde, inquieta, que prefere ser capitã de navio a se casar com quem não ama e é considerada louca e desajustada porque não se enquadra nos padrões. Além disso, ela reconhece cada personagem que encontra ao cair no buraco depois que volta para a cerimônia onde seria seu noivado e revela que não vai se casar.


Alice me lembra a minha priminha Clarinha e sou alucinada pela sua atuação, pela fotografia, gostamos muito de ver esse filme, eu e o Miguel. Miguel também gosta do original, da Disney.

Ele adora os gatos que aparecem e curte a história, a estética.

No segundo filme, Alice através do espelho, a Alice está enfrentando uma perseguição de piratas e ousa atravessar seu navio em uma área rasa. Depois de 3 anos no mar, como capitã do navio que herdou de seu pai, Alice volta para a Inglaterra e descobre que seu sócio agora é o noivo que havia rejeitado, que está casado, tem uma filha, mas quer se vingar da rejeição e quer comprar o navio, oferece que ela vá trabalhar em seu gabinete (em um tempo onde mulheres não trabalhavam, quem dirá era capitã de navio) e através do espelho, Alice volta ao País das Maravilhas e precisa voltar no tempo para salvar o Chapeleiro Maluco e seu clã. 
Ela descobre que o tempo não é nosso inimigo e que não podemos mudar a história, mas podemos aprender com elas.
O Chapeleiro sofre ao romper com sua família, que não aceita sua criatividade, quando ainda criança e a Rainha Má sofreu um golpe de sua irmã, quando ainda criança, o que aumenta sua fúria e desejo de ser amada, mostrando lados inusitados de vilões e mocinhos do filme.

A fotografia e o roteiro são de cair o queixo e além disso,  tem muitas coisas legais para aguçar a criatividade, e a vontade de inovar, romper barreiras, sem quem se é e sem perder de vista a família, nossa base. Afinal, família é uma só. Lindo filme! Comente seus insights, ideias e inspirações em produtos e serviços a partir destes filmes!

segunda-feira, 12 de junho de 2017

Beije muito, contemple, abrace muito e fique o mais offline que puder!


Feliz dia dos namorados!

O NEGÓCIO É O SEGUINTE: Trabalhar em casal pode render bons frutos, mas é tênue!




                      Eu e Rodrigo nos conhecemos desde nossos 12/13 anos de idade, quando fomos escoteiros juntos e nos víamos todos os sábados nas reuniões do grupo e durante a semana, no Distrito Escoteiro também. Nos víamos na casa da Gilda, que agregava todos os escoteiros. Ela era a Akelá dos lobinhos e mãe do nosso amigo Arnaldo e dos chefes e amigos Rodrigo e Altamiro. Éramos um grude!

                     Nos víamos sempre e eu estranhei muito quando ele foi para a EPICAR em Minas e depois foi morar em Ibirité. Ficamos anos sem nos vermos e trocando cartas. Ele fazia umas visitas surpresas.

                   Éramos amigos, ele era meu melhor amigo, na verdade. Saímos do grupo escoteiro e continuamos nos falando, nos vendo e surgiu a vontade de namorar. Namoramos pouco, porque não resisti ficar tão longe do meu namorado e queria uma vida a dois mais simples e um companheiro de verdade. A distância atrapalhava demais.

                  Esse é o início da nossa história. Com 29 anos, Rodrigo me reencontrou a partir de uma base de dados da empresa telefônica onde ele trabalhava. Eu tinha acabado de solicitar a linha telefônica. Foi uma grata surpresa.

                 Desde então, não desgrudamos mais.

                Começamos a morar juntos e trabalhamos juntos em algumas situações.

                 Na empresa americana onde eu era Country Manager, ele era responsável pelo Comercial e pelos estudos acerca de bancos de dados digitais.

                Depois, vim para casa, montei o SPA BRAZIL ZEN e ele era meu sócio.

                Depois, já na Biblio Ideias ele e eu trabalhamos juntos em alguns eventos de endomarketing, neste caso, ele como meu cliente na LIG TELECOM, e eu como agência de marketing, o que rendeu o case no programa Avançar do Santander, que você confere AQUI.

Foto da Letícia Veras para ação de endomarketing na Lig Telecom


Depois, na Biblio Ideias, ele abriu a parte da estamparia, a Biblio Ideias Customs e fizemos alguns eventos juntos e agora inclusive o Miguel é nosso sócio.

Eu amo trabalhar com Rodrigo, porque tenho admiração por seus talentos, confiança nele e adoro atingir grandes metas e resultados juntos, mas nem sempre é fácil. Lidar com as frustrações, com os prazos curtos, com pouca grana, com os prazos apertados. Tem hora que a chapa esquenta e o relacionamento sofre ou quase não há espaço para curtir a dois. Mas, aprendi muitas coisas em 13 anos de relacionamento e trabalhando juntos de uma maneira ou de outra.



Stand no Mega chá de Lingerie da Anastácia, na Tropical Festas pela fotógrafa Gisele Soares

Quando a equipe percebe a sinergia do casal, tudo flui. Quando o casal briga, a equipe sente. É delicado! Precisa cuidar da relação, precisa cuidar da atmosfera no trabalho e em casa, e dar limites para o outro, ter limites e separar os assuntos e territórios.


Esse O NEGÓCIO É O SEGUINTE é inspirado em você que trabalha ou pensa em trabalhar com seu Amor.

"Segundo pesquisa divulgada pelo International Stress Management do Brasil (ISMA-BR), casais que trabalham juntos entendem melhor as angústias e a carga horária do parceiro. A produtividade também é elevada. Em geral, eles ficam cerca de 12 horas diárias no emprego, enquanto a média nacional é de 9 horas.
Porém, não raro a proximidade excessiva faz com que a relação caia na monotonia e o casamento entre em crise. Viviane Scarpelo, psicóloga especialista em terapia de casais, afirma que relacionamentos afetivos entre sócios correm o risco de se desgastar mais facilmente porque eles não colocam limite para o trabalho. Segundo ela, os problemas da empresa são discutidos no café da manhã, no almoço, no jantar e em outros momentos em que o casal poderia descontrair, namorar ou conversar amenidades."
                     Antes de começar, ou se já começou a trabalhar com seu Amor, preste atenção em alguns pontos:
                    Negócios podem falir, relacionamentos podem acabar, então cuidado tanto com seu negócio quanto com seu relacionamento. Ambos exigem dedicação e que cada um esteja por inteiro e não vale confundir intimidade com falta de educação.
                   Uma coisa que me exercito a fazer nos momentos de conflito é falar com Rodrigo como se eu estivesse falando com um colega de trabalho. Com respeito e carinho, com educação e não acho mais que o Rodrigo ou algum amigo ou familiar que trabalhe comigo deva se matar o tempo inteiro para que as coisas deem certo. Outra coisa é cuidar do tom, às vezes sai um tom mais de "chefona" ou cliente incomodada e aí tem que rebobinar a fita e recomeçar!
                   Evito trazer os problemas para a cama, para a mesa, para nossos momentos juntos. Aprendemos a ter tolerância com a carga horária do outro.
                   Aviso logo quando vou precisar dele ou de alguma entrega para que ele se organize no tempo dele ou me avise se não poder cumprir, para que eu trace um plano B, como faria com outro profissional que não fosse ele.
Veja mais dicas AQUI
                 Eu acho fantástico poder construir e realizar algo juntos, mas é bem difícil manter o clima, o bom humor e não ter alta expectativa sobre o outro. Não rola climão, textão, chiliques e falta de educação ou isso contamina todo mundo.
                  Já tivemos momentos péssimos e tivemos momentos ótimos. Dá para sair mais fortalecido.
                 Meu sonho é ter nosso negócio incrivelmente sendo sustentável e vivermos do que amamos fazer, sermos donos da nossa agenda e tal.
               Mas, vira e mexe é necessário o Rodrigo fazer outras coisas porque um negócio pode levar no mínimo 18 meses para dar retorno, então não é fácil.
            Tudo isso deve ser conversado entre casais que trabalham ou que pretendem trabalhar juntos.
Olhe que inspirador:

 Empreender em casal pode dar certo: a Eventbrite cresceu rápido, conquistou espaço no mercado e já vendeu mais de US$ 1 bilhão em ingressos.

Bacana, né? Leia dicas incríveis que o SEBRAE preparou para quem quer ter um negócio com seu Amor ou já tem um negócio a dois!
AQUI
Conte para gente se você tem um negócio com seu Amor e como é trabalhar e viver a dois.
A divisão de tarefas da empresa não deve se espelhar na divisão de tarefas domésticas que, muitas vezes, é desigual e baseada em padrões de gênero. A não ser que seja definido, por ambas as partes, adotar uma hierarquia diferente, as opiniões dos dois lados do casal precisam ter o mesmo peso na hora de tomar grandes decisões. É extremamente importante, para os homens, perder o medo da impotência pelo papel da mulher na gestão do negócio.
Por isso, assim como deve ser no relacionamento, é preciso saber lidar com o fato de que seu parceiro tem opiniões diferentes. Um segundo ponto de vista pode ajudar a enxergar outros aspectos de uma situação e levar a uma tomada de decisão mais assertiva.
Olhem que ação de marketing legal do SEBRAE! Participe!


E tem evento do SEBRAE para ajudar aos casais, espia:

Facebook Live

André Dantas, especialista em finanças, e Lígia Pereira, psicóloga, vão participar do bate-papo Empreender a dois: como conciliar amor e negócios. Eles vão falar sobre como casais empreendedores podem equilibrar as contas pessoais e da empresa e as melhores maneiras de resolver conflitos no relacionamento e no ambiente de trabalho.
A transmissão será no dia 14 de junho, às 15h, no Facebook do Sebrae. Não perca!
Feliz dia dos namorados!! Negócio e vida a dois de sucesso para vocês!

sábado, 10 de junho de 2017

4 Convites para você! Assista o vídeo e comente se você aceita!

#bibliodica: Como é porque gravar videos

Imperdíveis da semana: Curso de youtube para namorados!


O amor é lindo e dividir paixões é uma delícia! Muitos negócios surgem da soma de talentos apaixonados e assim surgiu a turma YOUTUBE PARA CASAIS.


Um é o youtuber, o outro vai criar roteiro, gravar, editar, publicar, divulgar...ou os dois farão um pouco de tudo!


Nós ensinamos como e somos super fãs de casais empreendedores digitais!

Tem vontade de ter um canal com seu Amor? Veja aqui na lateral do blog como se inscrever na turma. Vaga para 3 casais somente.
Pode parcelar no cartão!

Faça parte da comunidade de fãs do YOUTUBE e troque ideias!


Da tela para seus insights!

Olá,

Essa é uma coluna nova aqui no blog, onde vou comentar filmes para te inspirar.
Assistir a filmes é uma das formas de aumentar sua criatividade e melhor ainda se você investir em gêneros que talvez não assistisse, isso ajuda a treinar o olhar e pode revelar gratas surpresas.

Meu filho, Miguel, hoje com 7 anos, me pede para ver filminho com ele em alguns dias da semana e sexta é quase certo rolar uma sessão pipoca aqui em casa.

Confesso que eu estava em uma correria tremenda, pois minha vida no trabalho virou um caos, com tantas coisas e projetos e sem minha equipe maravilhosa, ou seja, ainda mais agora com o coworking.

Então, eu  cedi à ansiedade de colocar o conteúdo de marketing digital dos clientes em dia e assisti a essa coisa maravilhosa, uma viagem Extraordinária, uma versão incrível de O Pequeno Príncipe.


Essa versão em especial me chamou atenção pelo fato de ter uma menina como protagonista, viva o eu feminino e o empoderamento feminino. Tem um idoso, que é considerado maluco, porque não deixou sua criança interior morrer e tenta resgatar a menina de uma condição sem criatividade, sem ludicidade, sem poder ser criança, pela preocupação de uma mãe controladora que investe pesado em seu futuro. 
O roteiro é muito interessante, pois a história do Pequeno Príncipe vai sendo contada aos poucos e tem horas que a própria menina revive a saga!

Para ser criativo, ou seja, para criar soluções em meio à crises, pouco tempo, pouco recurso, você precisa estar conectado com sua criança interior e em meio a um mundo tão consumista e exagerado em relação a tarefas e a ser perfeito, o filme te convida a pensar o que é de fato importante e o que tem valor para você.

Indiquei como exercício para a turma do curso de criatividade e é um filme para ver, rever e viajar nele!

segunda-feira, 5 de junho de 2017

Multiplicando a Revolução na Educação

Olá Biblio Idealistas,

Já fazem algumas semanas desde que eu voltei da Cidade Escola Ayni, mas essa energia ainda ressoa em mim. A vontade de ver essa energia se multiplicar me conectou com pessoas que estão preparando o terreno para uma revolução na Educação. Foi por isso que eu participei no sábado passado de um evento do Projeto Contruindo Saber com o objetivo de consultar a sociedade civil para pensar coletivamente o que se espera de uma escola na Cidade de Niterói. Nesse encontro a gente discutiu métodos de avaliação. Estou super empolgado pensando no próximo encontro!

Depois de contar a minha experiência como voluntário na Ayni aqui no blog, tive a honra de receber o convite da professora Luciana Velloso para falar da experiência com os alunos dela das turmas de Sociologia e de Pesquisa e Prática, na UERJ. Também recebi com muito carinho o convite da Marcelle Rebelo, criadora da Biblio Ideias, para contar essa história na inauguração do espaço de coworking dela. Você também está convida(o)!


Minha intenção ao multiplicar essas experiências é ver a Cidade Escola Ayni iniciando suas atividades com as crianças o quanto antes, ganhando mais apoio e entendimento da sua proposta pedagógica, mas principalmente para que outras escolas se inspirem e mudem sua visão ou que surjam novas escolas capazes de revolucionar a educação.

A Ayni tem recebido visitas de outras escolas, inspirando a mudança nas instituições que já existem. Além de receber outras escolas, a equipe da Ayni tem feito um trabalho de reconexão interior em adultos e despertado um senso de responsabilidade social e ambiental. Isso é feito principalmente através dos cursos que acontecem em várias cidades e você pode acompanhar seguindo essa página no Facebook. A renda dos cursos é revertida para a construção da escola. Eu participei de uma formação para educadores no Rio de Janeiro e dos cursos de hortas urbanas, bio-construção e reengenharia do ser em Guaporé-RS.





O nome reengenharia do ser pode parecer estranho, mas a pessoa que sai desse curso não vai ser a mesma que entrou! É um momento de se reconectar com a sua criança interior, mexer em lembranças dolorosas do passado e deixá-las ir, receber e dar amor, curar e ser curado. É impossível participar dessas dinâmicas e não sofrer algum tipo de mudança.

No próximo sábado, dia 10/06/17, a Cidade Escola Ayni vai estar no quadro Estrela Solidária do programa Estrelas, na Rede Globo. Essa publicidade tem um grande potencial de influenciar os profissionais da Educação em todo o Brasil.

Você acha que a escola precisa mudar? Quer participar desse movimento? Vamos trocar uma ideia?


LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...