terça-feira, 14 de fevereiro de 2017

UMA PAUSA E UMA PROSA: E quando você quer muito ser feliz?


Olá! Aqui é Marcelle Rebelo assumindo a coluna de terça, no lugar da Querida Flavia Rebello, que está passando por um período sabático na Bahia, vai ter uma coluna em jornal e tem muitas novidades para contar. Não sabemos se ela volta, se não voltam para a Biblio, se vai escrever despedindo, mas mandamos muitas vibrações positivas e estamos adorando suas incursões e as portas estão sempre abertas! A partir de hoje, eu assumo aqui a coluna de terça, falando sobre comportamento feminino, atualidades e afins e vou adorar conversar com você, responder seus comentários e te conhecer melhor!

Vamos ter também colunas novas, sobre empreendedorismo digital, empreendedorismo feminino, empreendedorismo criativo e muitas dicas práticas para você viver do jeito que ama fazendo às vezes do seu próprio departamento de marketing, tendo seu canal de vídeos e divulgando o que você faz para que você tenha mais tempo para aproveitar a vida!


Segundo Flavia, até o bronzeado é diferente na Bahia...ela tá cada vez mais linda, não é? E vai viajar, porque o mundo é redondo para sairmos do lugar!

Hoje, o tema tem tudo a ver com o que escrevo no começo da coluna, a extrema necessidade de ser feliz!

Eu quero ser feliz, Flavia quer ser feliz e você? Em meio a tantas coisas tristes, em uma economia instável e tantas notícias ruins, eu ando sentindo vontade de me sacudir, levantar a poeira e dar a volta por cima e viver uma felicidade urgente!

Não se trata de fingir que não estamos vendo a realidade. Não se trata de brincar de ser Polyana, mas se trata em conectar-se com sua alma, com o que você veio fazer no mundo de verdade.

Quanto mais conectados com nossa missão e quanto mais voz damos á nossa alma, mais felizes ficamos.

Nascemos criativos, com sonhos e somos obrigados a nos transformarmos dentro de uma série de padrões, condutas, regras, condições e muitas vezes nos vemos tristes, ansiosos, tolidos e em algum momento de nossa vivência como adultos, precisamos dar voz à nossa criança interior, à nossa alma e realizar coisas que verdadeiramente nos deixam felizes.

Esse é um grande passo para não surtar em meio a tantas coisas desanimadoras que vivemos em uma crise enorme.

Certo?

Então, começo o papo com você te perguntando o que verdadeiramente te conecta com você? O que você faz que te deixa feliz de verdade? Você cuida da sua alma?
Comente!


Nenhum comentário:

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...