terça-feira, 14 de junho de 2016

Por que eu preciso do feminismo mesmo?

Imagem: Site Feminismo Libbertário
          Dia desses conversando com um conhecido, ele me questionou sobre o porque de eu ser feminista, deixando um ponto de interrogação quanto a necessidade e a legitimidade do posicionamento, alegando aquela velha história da diferença de força entre homem e mulher, biologicamente falado. É incrível que em pleno 2016 os conceitos de igualdade e de equidade seja interpretados. É incrível que em 2016 as pessoas ainda achem que eu quero ser como um homem, enquanto o que eu quero é ter equidade de direitos.
          Então resolvi escrever sobre o assunto, porque assim como ele muitas outras pessoas têm essa “dúvida”, e acham que feminismo é mimimi de mulher mal amada ou, desculpem o termo, “mal comida”. E não é por aí não.
          No meu caso, o feminismo veio como tábua de salvação, pois em meio a tantos abusos sofridos ao longo da vida (reitero que abuso pode acontecer de várias formas), me vi sozinha, sem ter com quem partilhar algumas dores e revoltas. Vi no feminismo uma forma de compartilhar minha história com outras minas em situação similar, e que não sabiam como agir, ou não tinham coragem de agir, diante de determinados fatos. Quando me engajei no feminismo, de alguma forma sentia que precisava mostrar que abuso não é normal, e que não, nós não vamos fica quietinhas.
          Mas voltando ao fato questionamento do meu conhecido, eu fiquei pensando naquilo, e resolvi pesquisar sobre os motivos que levam as minas a engajarem no movimento, e achei um texto incrível do blog Women Against Patriarchy, que não cita um motivo ou dois, cita 99 motivos pelos quais o feminismo é necessário.
          Analisando um a um, por mais que muitos pareçam óbvios ou idiotas aos olhos de muitos, cheguei a conclusão de como precisamos lutar por tudo, por menor que pareça a causa.  Aqui, vou passear por alguns apenas e vocês vão entender esse sentimento que me tomou, de tristeza e revolta, pela banalização do ser mulher.
·         Eu preciso do feminismo porque filmes, livros e novelas romantizam abuso e pedofilia.
·         Eu preciso do feminismo porque o Estado manda no meu corpo.
·         Eu preciso do feminismo porque sou culpabilizada pelas atitudes de meus agressores.
·         Eu preciso do feminismo porque tenho medo de sair de casa e ser estuprada.
·         Eu preciso do feminismo porque não tenho oportunidades de emprego, nem salários iguais aos homens mesmo tendo a mesma formação.
·         Eu preciso do feminismo porque eu devo competir com as minhas irmãs. (leia-se rivalidade feminina)
·         Eu preciso do feminismo porque a sociedade impôs padrões estéticos que jamais serão alcançados.
·         Eu preciso do feminismo porque acham que lugar de mulher é na cozinha.
·         Eu preciso do feminismo porque disseram que eu não podia fazer sexo quando eu tivesse vontade.
·         Eu preciso do feminismo porque disseram que eu estava pedindo.
·         Eu preciso do feminismo porque as poucas mulheres na política brasileira são julgadas pelos seus corpos.
·         Eu preciso do feminismo porque me fizeram acreditar que eu não sou capaz de cuidar de mim mesma.
·         Eu preciso do feminismo porque mulheres são estupradas e não denunciam por medo ou vergonha.
·         Eu preciso do feminismo porque a síndrome de Estocolmo é comum.
·         Eu preciso do feminismo porque crianças são desde cedo sexualizadas e incentivadas a serem opressores e aceitarem ser oprimidas.
·         Eu preciso do feminismo porque homens matam em nome do “amor”.
·         Eu preciso do feminismo porque as mulheres foram apagadas na história mundial.
·         Eu preciso do feminismo porque confundo relacionamento abusivo com amor.
·         Eu preciso do feminismo porque sou julgada como sexo frágil.
·         Eu preciso do feminismo porque aplaudem estupro.
·         Eu preciso do feminismo porque mulheres trabalham fora e dentro de casa.
·         Eu preciso do feminismo porque disseram que só sou mulher se tiver um filho.
·         Eu preciso do feminismo porque classificam mulheres em “para casar” e “para transar”.
·         Eu preciso do feminismo porque mães perdem a identidade ao dar a luz.
·         Eu preciso do feminismo porque homens usam a desculpa “foi uma piada” para misoginia.
·         Eu preciso do feminismo porque mulheres são hipersexualizadas em todas as expressões artísticas.
·         Eu preciso do feminismo porque sofro violência obstétrica.
90. Eu preciso do feminismo porque não sei cozinhar, então não posso casar.
·         Eu preciso do feminismo porque a publicidade lucra em cima do meu sofrimento.
·         Eu preciso do feminismo porque vejo mulheres reproduzindo machismo e isso machuca.
·         Eu preciso do feminismo porque se incomodam mais com as feministas do que com a violência contra a mulher.
·         Eu preciso do feminismo porque comemoram o dia internacional da mulher sem ao menos saber por que ele existe.

          Não deixem de ler o post com os 99 motivos aqui, e reflitam! E pra terminar, deixo uma frase da Clarisse Lispector que traduz muito meu momento: “Liberdade é pouco. O que eu desejo ainda não tem nome.”

Nenhum comentário:

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...