quinta-feira, 10 de setembro de 2015

Papo de Quinta: empreender é para muitos


Nesse papo de quinta, quero dizer para você que sim, empreender é para muitos! Ok, não é para todos, mas sim, é para muitos e na semana da independência do Brasil, viva o empreendedorismo como forma de independência e autonomia!

Segundo Marcos Hashimoto, do site Pequenas Empresas Grandes Negócios, empreender é:

“Empreender é ter autonomia para usar as melhores competências para criar algo diferente e com valor, com comprometimento, pela dedicação de tempo e esforço necessários, assumindo os riscos financeiros, físicos e sociais.”
     Na prática, é considerado empreendedor, quem vive do seu próprio negócio. Mas, podemos ampliar esse conceito para quem empreende no amor, na vida a dois, podemos considerar que ter um filho é um empreendimento, casar, etc e tal. Então, muitas ferramentas para empreendedorismo, podem ser usadas para que você realize sonhos.
   Mesmo quem trabalha em uma empresa, pode deve e ser empreendedor. Qual o empreendimento? Sua carreira!
    Sendo assim, afirmo que empreender é para muitos, sim senhor!
    As mulheres tem apostado muito em empreendedorismo e já se fala em empreendedorismo feminino, empreendedorismo materno, empreendedorismo digital e sem dúvidas, a vontade de exercer suas paixões, cuidar dos filhos e ainda ter independência financeira, faz com que mais e mais mulheres apostem em seus negócios e tem muito case de sucesso para nos inspirar, mas isso fica para um próximo post!
    Desde que comecei a trabalhar para empreendedores, aqui na Biblio Ideias, percebo que na maioria das vezes, o empreendedor não se vê como empreendedor e torce o nariz quando falo sobre empreendedorismo. As pessoas tem muita resistência com esse termo e isso é normal.
     Aprendi com Rafa Cappai, que especialmente os criativos, tem muita resistência a lidar com o termo e com as burocracias ou até atividades que são tidas como chatas e que não tenham diretamente a ver com o negócio em si da pessoa e isso faz com que o plano de negócios, o Canvas, o aperfeiçoamento em negócios, finanças e habilidades em vendas, por exemplo fiquem em terceiro, quarto, último plano. Daí, com sua experiência, ela escreveu o livro Criativo Empreendedor, Sim Senhor e criou uma campanha! Veja AQUI
   Uma das coisas que um empreendedor, dono do seu negócio precisa entender e assimilar é que ele é e representa a empresa e todos os setores ao mesmo tempo (cria, vende, entrega, planeja, projeta, divulga) e precisa dividir suas tarefas em áreas distintas, enxergar as etapas importantes e assim ter sucesso e viver do seu próprio negócio.



     Se você decide criar uma quitanda, deve escolher um local, os fornecedores, procurar saber se há necessidade de um estabelecimento desse tipo onde você decidiu abrir a quitanda, fazer a curadoria dos produtos, dar preço, escolher uma equipe para te ajudar, criar uma vitrine para oferecer seus produtos de maneira atraente, dentre uma série de outras tarefas.

   Por outro lado, se você for criar uma quitanda virtual, vai ter tantas outras etapas, mesmo trabalhando de casa. Vai ter que pensar na cara da loja (vitrine), ferramenta segura para receber os pagamentos dos clientes, logística para entregar os produtos, vai ter que ter fornecedores, parceiros, embalagem, etc e tal.

     Tendo um negócio real, com produtos ou serviços ou um negócio virtual, com produtos ou serviços, você vai ter que pensar nessas etapas e muitas outras e preparar-se muito bem. Se você já começou, já tá empreendendo e quer viver do seu negócio e quer que seu negócio seja sustentável, precisa pensar e agir de forma profissional. Escrever o plano de negócios, o plano de marketing estratégico, o plano de comunicação com seu consumidor, cuidar da relação da marca com quem representa sua empresa e entrega seu produto ou serviço ao seu cliente e isso tudo precisa estar bem ancorado na sua missão e propósito, missão e valores, que criarão uma vantagem competitiva e te ajudarão no marketing, na comunicação e vendas do seu negócio.



Para você que se vê um empreendedor, algumas coisas para te acalentar, ou alertar:

1. Você não está sozinho. Somos 27 milhões de brasileiros empreendendo. Na China, são 370 milhões e nos Estados Unidos, são 40 milhões de pessoas vivendo do seu próprio negócio. Procure atuar em grupos de discussão e aprender com a experiência de quem já empreende e faça parceiros.

2- Ser dono do seu próprio negócio não significa que você vai trabalhar menos ou que você vá ter mais tempo. Mas, planejamento ajuda  e muito tanto para evitar retrabalho, excesso de trabalho e gestão do seu tempo, para valer a pena.

3- Ser dono do seu próprio negócio não significa que você pode usar o dinheiro da empresa todo para você - você precisa reinvestir e saber onde reinvestir requer estudo.

4- As mídias sociais são grandes alidadas para você divulgar seu negócio, criar parcerias, saber o que seu cliente quer, fazer um pós venda e entender como foi a experiência do seu cliente com o que você vende. Aprenda a usar as mídias sociais, estude. Nós temos como te ajudar com nossa consultoria Biblio Ideias School of Business.

5- Só quem sonha pode realizar um sonho! Escolha trabalhar com o que você faria até de graça, provavelmente isso revela um talento seu que é nato e vai ser mais fácil para você insistir, ter resiliência e superar as dificuldades. Ame o que você faz e faça o que você ama!

6- Seja gestor do seu negócio - é normal sermos o operacional do nosso negócio, mas com planejamento e parceria, podemos nos tornar gestores do nosso negócio. Planejar tempo, recursos, tarefas, pessoas e aí realmente o negócio vai crescer e desenvolver-se. Para isso, uma das dicas de ouro é: estudar. Na coluna o Negócio é o Seguinte da semana, eu falei sobre o Programa para Negócios & Empresas do Santander e espero que tenha ajudado muita gente com essa dica de curso online gratuito para gestão e hoje, insisto em falar do comportamento do empreendedor e também dou a dica do portal de educação a distância do SEBRAE, também com ferramentas incríveis de gestão. Vai lá! Você movimenta a enconomia brasileira, quiçá mundial e pode gerar oportunidades de renda para outras pessoas. Isso te inspira a caprichar e estudar?

Dizer: "Eu não tenho tempo para isso" só vai deixar você cair no amadorismo, se exaurir, e repetir erros. Importante agir como alguém que quer de fato ser valorizado e viver do seu próprio negócio, informando-se, preparando-se.

                         

A Livraria Cultura tem uma série de livros sobre o tema, e você compra diretamente nesse link.


Um livro que tem feito muito sucesso e fala sobre você escolher sua vida e o que quer fazer para ser feliz, é o Escolha Sua Vida, da Paula Abreu, que você compra AQUI


Até semana que vem! Beijos, Marcelle Rebelo









Nenhum comentário:

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...