sábado, 5 de setembro de 2015

Gadget tudo de bom! Tem uma ideia brilhante, mas quer saber se é boa mesmo antes de investir?

          



          Olá pessoal, 

          Quem nos acompanha sabe que nossos posts de sábado são dedicados a divulgar gadgets bacanas, que podem facilitar nossa vida, para nos entreter, ou simplesmente porque são tão inovadores que merecem ser compartilhados. Mas hoje, nossa intenção é outra. 
          Seguindo a linha de falar sobre empreendedorismo que adotamos, resolvemos divulgar um serviço que pode ser o primeiro passo para começar um negócio promissor, e que com certeza vai ajudar muitos de vocês a mensurar o potencial de mercado ou aderência de um novo projeto.
          Já é parte da nossa rotina fazer uma curadoria de conteúdo que possam ajudar nossos clientes e seguidores no crescimento de seus projetos, e essa semana nos deparamos com um artigo do Marco Gomes, gênio a frente da boo-box (se você não conhece, vale a pena saber mais sobre ele clicando aqui), falando sobre as splash pages de pré-cadastro, ou páginas de abertura.
          O termo splash page é originário dos HQ’s, pois nas histórias em quadrinhos, as splash pages são aqueles quadros de uma página, que trazem os créditos do autor, anunciam uma novidade, ou uma reviravolta na história, ou quando o autor quer destacar um acontecimento. 
          Em sua splash page, você pode descrever sua ideia de forma estruturada, mesmo que em um único parágrafo, falando do seu empreendimento. Isso tudo, aliado a uma logo poderosa e um espaço de captura de emails, pode ser o começo de um negócio promissor, pois a splash page é uma forma de sondar o interesse das pessoas em consumir seus produtos e/ou serviços.
          No artigo do Marco, originalmente escrito em 2012 (esse cara é visionário em tudo que faz mesmo), tem dicas de como fazer, que serviços contratar, fala sobre anúncios de divulgação, e a parte mais animadora é quando ele diz que você não precisa saber programar para fazer isso acontecer. Um alívio né, pois nem todo mundo tem um amigo programador, ou grana para investir nesse serviço logo de cara.
          Mas voltemos a falar das dicas do Marco…
          Depois que a sua splash estiver feita, ou melhor, bem feita, é chegada a hora de divulgar. Comece divulgando para sua rede de contatos, mas já tenha em mente que em algum momento você terá que expandir os horizontes de investir em divulgação, através de anúncios online. Hoje não é mais necessário gastar fortunas com isso, e com apenas R$ 10 já dá para começar. Veja bem, eu disse COMEÇAR. Existem empresas que prestam esse tipo de serviço, ou você pode usar a função de impulsionar no Facebook, ou ainda usar o Twitter Ads (já falamos disso aqui), mas independente da forma escolhida, o importante é divulgar, e usar isso como uma forma de cadastrar contatos que futuramente receberão notícias de seu lançamento ou das novidades que virão.
          Feito isso, você provavelmente terá um número considerável de pessoas interessadas na sua idéia. Então, bora botar a mão na massa, seja seu negócio online ou não. É hora de produzir e mostrar para o que veio. Monte sua loja virtual (ou física), invista em fotografia dos seus produtos, contrate um designer, um desenvolvedor para o site da sua empresa, enfim, tire suas ideias do papel, e conte as novidades para o mar de gente que disse “Sim! Eu me interesso e apoio a sua ideia”. 
          No Brasil, algumas empresas nasceram depois dessa pesquisa de interesse, se é que assim podemos chamar, como o Peixe Urbano e a própria boo-box, e esses são apenas dois dentre vários cases de sucesso, de empresas que nasceram de uma splash page. 
          Vale a pena investir! É fácil, e dá pra começar agora…
          Lembramos que, nós da Biblio Ideias, dispomos de profissionais que podem ajudar na criação da sua splash page. Precisando, conte com a gente! 

          Para ver o artigo completo do Marco, clique aqui.

Nenhum comentário:

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...