terça-feira, 10 de junho de 2014

Nós queremos Gol e você?





Impressionados com o sucesso da música da Coca-Cola, que fez bonito ao convidar Gaby Amarantos, Monobloco e David Correy. Manteve sua música incidental após "Eu quero Goool" e contagia realmente.



Se  não fosse importante divulgar, se não fosse importante pegar "carona" nos eventos globais, datas festivas, a Coca-Cola, que já é super conhecida não teria investido e não investiria mais em propaganda, né?



Então, se você quer que sua marca seja conhecida, mostre-se! Esteja presente!



Falando nisso:



Nós aqui na Biblio Ideias estamos tocados com a falta de vontade de comemorar, celebrar a Copa do Mundo. Sim, a Copa do Mundo é quase um festival, um encontro de nações. Cheia de simbolismos, a Copa representa orgulho de suas nações de verem seus melhores jogadores em campo, ou em cena, representando as cores do seu país e sim o Brasil está tendo a responsabilidade de sediar esse evento mundial de suma importância. Coisa inimaginável nos idos de 80, quando éramos crianças.
Nas escolas, as crianças tem a oportunidade de enxergar além do próprio umbigo e conhecer cores, sabores, músicas, costumes diferentes, olhando para o Globo Terrestre, ao estudar a Copa como tema.
E sim, nosso país tem uma longa história de corrupção, desde sua invasão, que cismam dizer que é descobrimento, ok. Problemas de corrupção, infra-estrutura sempre foi forte e presente em nossa nação e não é culpa da Copa.
Quanto mais conhecimento, educação, um povo aprende sim a se manifestar nas urnas e a exigir direitos, não somente quando algo grande, que chamará a atenção da imprensa internacional vai acontecer. Independente da Copa, queremos "não pagar mico" e não ter um país para gringo ver, mas um país decente para todos nós brasileiros.
Não comemorar, torcer contra ou ignorar é sim direito de cada um, mas essa birra parece coisa de criança mimada, que vai fazer os pais passarem vergonha na frente das visitas. Porque as pessoas continuam tocando suas vidas, mas virou "cult" ser contra a Copa.

Por que ser só contra a Copa? Então parem tudo! Parem as novelas, parem as séries na TV a Cabo, parem os shows, parem os Cinemas, a praia, os parques...toda forma de diversão e entretenimento, ora!
Estamos tensos, somos intelectuais e críticos a ponto de não querermos conversa, não nos sentirmos representados por essa seleção, não temos orgulho das cores patriotas, ou seja, nem sei o que estamos fazendo aqui....podemos ir embora? Já?

Esse mau humor, essa tensão, as frases do tipo: "tomara que o Brasil perca na primeira", sinceramente cansa. Podemos nos manifestar, reivindicar, participar de assembleias, associações, partidos ou grupos e tentar fazer algo melhor, começando de casa, ensinando boas maneiras, educação e passando isso para nossos colaboradores, funcionários, vizinhos, primos, enfim...
Cobrar resultado, cobrar que os estádios reformados ou construídos sejam ocupados por crianças que merecem ser incentivadas ao esporte o ano todo, melhorar e ajustar coisas para recebermos as Olimpíadas, entender que os recursos para a Copa superfaturados ou não, não tem a ver com a falta de investimento na educação e na saúde.

Esse problema vem de outros governos e não deve continuar, ok! Estamos atentos e queremos ver as contas, queremos saber para onde vão tantos impostos e taxas e queremos sim um país de primeiro mundo.
 Mas isso não significa que assim como paramos para ver a novela ou a TV a Cabo, ir ao show, teatro, balada, churrasco, visitar os amigos, fazer compras, não possamos parar para assistir e vibrar com a Copa do Mundo.

Ou será que essa manifestação de gente politizada e insatisfeita com seu país e governantes só vai durar até a Copa acabar?
Reclamar de casa é muito fácil.
Cada um de nós pode exercer melhor sua Cidadania, participar mais.
Até o Romário (de quem não somos fãs) foi lá tentar mudar as coisas e um cara que veio do futebol. Acho que é um bom exemplo para nós.
Então, nosso convite é: vamos cuidar do nosso país e sim, vibrar com esse evento bacana, que integra nações?
Vamos ensinar às crianças que apesar de tudo não estar perfeito, de terem prometido obras que não cumpriram, de pessoas terem morrido construindo os estádios, de estádios terem sido criados ao invés de outros terem sido reformados e de muita gente de poder ter roubado muito dinheiro público nessa história, podemos aproveitar o momento e ainda assim estarmos atentos em quem elegeremos para mais 4 anos e em como vigiaremos para que as coisas sejam diferentes para as Olimpíadas?
Queremos Gol de Placa e em todas as áreas que fazem um país ser digno.
Esse clip é um barato e olhamos para ele porque o Miguel chegou em casa cantando essa música e vai se apresentar na escola.

Nenhum comentário:

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...