quinta-feira, 31 de outubro de 2013

Feliz Halloween!!! Veja como fazer o seu Jack O'lantern se for comemorar no fim de semana!

Hoje tivemos um momento "Halloween" a tarde aqui no escritório e o desenhista foi especial!
Veja como montar a sua para o fim de semana aqui no blog. 
Nós trabalhamos em estilo "home based", o escritório é montado em casa. Decisão para acompanhar de perto o crescimento e a educação do Miguel, que foi quem me motivou a fazer essa grande revolução na minha vida! Sempre curti datas festivas, dar um clima festivo em casa, fazer um prato com o tema e tal. Dei aula de inglês anos e levava os temas para as minhas aulas. Hoje, como analista de mídias sociais, levo os temas festivos aos meus clientes e lógico, o Miguel é mais um motivo para que tenhamos momentos festivos em casa. Encomendei as abóboras ao meu verdureiro leal e fui aos poucos pesquisando, imprimindo algumas coisas e combinei uma tarde de Halloween com meu filhote, no intervalo para o café do trabalho...então, vimos um vídeo de como fazer, o Miguel já tinha tido aula de inglês na escola e teve o "trick or treat" e ganhou uma caneca com doces, giz de cera, sabia o nome da cara feia da abóbora que vira luminária, então foi assim, "meio caminho andado"....


O Jack-o-lantern é um dos símbolos mais conhecidos do Halloween, você sabe por que? "As pessoas vêm fazendo as abóboras iluminadas no Halloween por séculos. A lenda do jack'o lantern surgiu a partir de um mito irlandês acerca de um homem apelidado de "Jack Miserável". Segundo a história, Jack Miserável convidou o Diabo para tomar uma bebida com ele. Fiel ao seu nome, Jack Miserável não queria pagar a sua bebida, então, convenceu o Demônio a se transformar em uma moeda que Jack usaria para pagar as bebidas. Depois que o Diabo fez isso, Jack decidiu pegar o dinheiro e colocá-lo em seu bolso ao lado de uma cruz de prata, o que impediu o Diabo de mudar de volta em sua forma original. Jack solta o Diabo, sob a condição de que ele não incomodaria Jack durante um ano e que, se Jack morresse, ele não pediria a sua alma. No ano seguinte, Jack enganou de novo fazendo o Diabo subir em uma árvore para pegar um pedaço de fruta. Enquanto ele estava em cima da árvore, Jack esculpiu um sinal da cruz na casca da árvore para que o diabo não pudesse descer, até que o Diabo prometeu Jack para não incomodá-lo por mais dez anos.
Pouco depois, Jack morreu. Como diz a lenda, Deus não permitiria que uma figura tão repugnante fosse ao céu. O Diabo, embora chateado com o truque de Jack, tinha de manter sua palavra de não reclamar a alma de Jack, assim não permitiu que este fosse para o inferno. Ele enviou Jack para a noite escura, com apenas uma queima de carvão para iluminar seu caminho. Jack colocou o carvão em um nabo esculpido e tem vagueado pela Terra desde então. Os irlandeses começaram a se referir a essa figura fantasmagórica como "Jack O' Lantern".1
Na Irlanda e na Escócia, as pessoas começaram a fazer suas próprias versões de Jack O'Lantern, esculpindo rostos assustadores em nabos e batatas e colocando-os em janelas ou portas de perto para afugentar Jack Miserável e outros espíritos errantes do mal. Na Inglaterra, beterrabas grandes são usadas. Os imigrantes destes países trouxeram a tradição Jack O'Lantern com eles quando vieram para os Estados Unidos. Eles logo descobriram que as abóboras, uma fruta nativa da América, era ótima para fazer as lanternas2 ." Veja mais AQUI

Para fazer a sua lanterna, compre uma abóbora moranga e tire o topo. Eu fiz num formato com pontas, para dar mais clima. Retire as sementes e a polpa.
Faça o desenho da cara que deseja esculpir. Eu tive a ajuda do meu desenhista favorito!

Vá esculpindo com a faca o desenho

Acenda com uma vela dentro. Pulo do gato: eu usei uma xícara de café para apoiar a vela dentro da luminária.


Imprimi também essas bandeirolas que deram o clima da tarde festiva por aqui!

Miguel disse: "Que fofura esse Jack-o-lantern".
Ele mesmo disse que achou um barato fazer isso comigo. Deixamos as luminárias decorando a frente da casa e na escada e quando o pai dele chegou, já estava dada a cena...

Uma oficina para fazer o Jack o lantern, um concurso, uma luminária no local de trabalho podem dar o clima festivo para quebrar a mesmice e renovar o fôlego da sua equipe, encantar clientes e muito mais!
Tenho uma amiga que diz o seguinte: "Quem comemora e embarca nessas coisas, tem história pra contar e registros, quem não faz nada, parece que vive um único dia".

Curiosidades: O Halloween é uma data de origem Celta e era o último dia do calendário pagão. Eles consideravam importante escrever pedidos e queimar a meia noite, como se fosse o Reveillon deles. Eles acreditavam que abria-se um portal mágico e criaturas do outro mundo veriam buscar os pedidos.

As lanternas assustadoras também ajudam a espantar os maus espíritos e as pessoas se fantasiavam para confundirem os espíritos do mau e os afastarem.

As guloseimas vem do fato de que pessoas pobres batiam nas casas pedindo alimentos e prometendo rezar pelos mortos daquela casa.

O Halloween é véspera do dia de todos os Santos (All Hallows Eve) e não significa Dia das Bruxas, como ficou conhecido pelos países de língua portuguesa.

Origem Pagã

A origem pagã tem a ver com a celebração celta chamada Samhain, que tinha como objetivo dar culto aos mortos. A invasão das Ilhas Britânicas pelos Romanos (46 A.C.) acabou mesclando a cultura latina com a celta, sendo que esta última acabou minguando com o tempo. Em fins do século II, com a evangelização desses territórios, a religião dos Celtas, chamada druidismo, já tinha desaparecido na maioria das comunidades. Pouco sabemos sobre a religião dos druidas, pois não se escreveu nada sobre ela: tudo era transmitido oralmente de geração para geração. Sabe-se que as festividades do Samhain eram celebradas muito possivelmente entre os dias 5 e 7 de novembro (a meio caminho entre o equinócio de verão e o solstício de inverno). Eram precedidas por uma série de festejos que duravam uma semana, e davam ao ano novo celta. A "festa dos mortos" era uma das suas datas mais importantes, pois celebrava o que para os cristãos seriam "o céu e a terra" (conceitos que só chegaram com o cristianismo). Para os celtas, o lugar dos mortos era um lugar de felicidade perfeita, onde não haveria fome nem dor. As festas eram presididas pelos sacerdotes druidas, que atuavam como "médiuns" entre as pessoas e os seus antepassados. Dizia-se também que os espíritos dos mortos voltavam nessa data para visitar seus antigos lares e guiar os seus familiares rumo ao outro mundo

Veja também a origem católica e outras influências, que trazem uma mistura de culturas à data, AQUI.

Nenhum comentário:

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...